sábado, agosto 06, 2016

"Ex"

No dia mais feliz, os sonhos foram interrompidos
e ela se perdeu.






domingo, junho 19, 2016

Domingo de Bode

Acordei de bode nesse domingo chato (só curto fim-de-semana ou feriado se eu for viajar ou tiver algum "programa", ficar em casa pra mim é chato que só) e fiquei na cama horas e horas remoendo dores de amores, problemas que nem sei por onde começar a resolver ou ao menos se têm solução....
Resolvi levantar e fazer uma semi-faxina aqui no meu quarto; o ânimo é outro.
Nada como uma faxina pra limpar até a alma!

~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.

Dia 9 fiquei mais velha.
Velhaaaaaaa!!!!!!
Adoro dizer minha idade, ninguém acredita :P
38.







Fotos malucas que fiz com Tom.
Estávamos terminando um ensaio fotográfico e decidimos brincar um pouco.... ele trouxe esse tecido e eu, sem ter o que fazer com ele, resolvi me jogar rsrsrs

Miau.


sábado, maio 21, 2016

Odes de Ricardo Reis



"Para ser grande, sê inteiro: nada
 Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és 
No  mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive"
Ricardo Reis




quarta-feira, maio 18, 2016

Wolf River Trail

Ages ago a friend of mine invited me to go to the Wolf River Trail and of cooooourse I said yes!

I must say I don´t really know how it looks like now, again, it´s been a while since when I took these pictures, but they´re cool and that afternoon we did have fun walking for hours and hours. I don´t think the area has changed that much since 2014.



The "One million dollars bridge"
 From what I know, no one lives under that place.... 
probably because it is far from the city.


I have no idea how many different ways you can find to get to the trail.... we took the running trail across the road from the Shelby Farms.
You walk (or run) for aroud 1 hour and see the bridge, take the path to the left and that´s how we did it ;)
I don´t know what this "yellow" (that looks pink) or "blue" mean but we saw some bikers around...
 
 
For those who like nature this trail is perfect!!

If you pay close attention, to your right you´ll see what looks like a beach; it is possible to get down there, in fact, we saw some empty bottles and other kinds of trash :| so a lot of (dirty) people visit the beach here and there...

 
Micando, claro 
:P

We made a friend in the woods!
This guy showed up alone and we spoke for ages, cool dude.
Of course I had to try it lol



 It ends in another river, after that there is no more trails ahead, only to your left side,
I don´t even know if it´s still called Wolf River Trail.

 
It is so peaceful, so beautiful..... whoever put this bench there knew what they were doing....
when you finish the trail you want to sit down and admire all the nature around.




sábado, março 12, 2016

Pão de Açúcar

Bóra tomar vergonha na cara e atualizar esse blog!!!!
Atualizar com dica de viagem -que fiz já tem um bom tempo :P

Primeiro post sobre o passeio, com mais informações (que aliás são melhores rsrsrs) AQUI 


Aqui umas fotos da ida ao Pão de Açúcar.

 Depois de pagar tu sobre para a plataforma e espera teu bonde
literalmente



 Não deve, mas impossível não querer alimentar essas coisinhas lindas!!!

 Praia Vermelha linda pra um tchibum depois do passeio na montanha ;)

 Eu, poser, claro parei séculos para fotos....
Essa canto direito na verdade não é para visitação, o penhasco é perigosíssimo.
mas se você se comportar e tiver cuidado (e nenhum segurança por perto) a vista de lá é linda!!!



 Aposto  que você nunca viu o bondinho do Pão de Açúcar por esse ângulo!
Isso aqui é na volta da trilha. 
Interessante parar pra ver...

Uma das formas de visitar o Pão de Açúcar é por trilha, 
desci pelo bondinho mas tive que me meter no mato pra ver como era, claro!
Depois -um dia, sei lá quando- tem mais.
Ciao.


domingo, fevereiro 07, 2016

Goodbye

"After A While"
by Veronica A. Shoffstall

'After a while you learn
the subtle difference between
holding a hand and chaining a soul
and you learn
that love doesn’t mean leaning
and company doesn’t always mean security.

And you begin to learn
that kisses aren’t contracts
and presents aren’t promises
and you begin to accept your defeats
with your head up and your eyes ahead
with the grace of woman,
not the grief of a child
and you learn
to build all your roads on today
because tomorrow’s ground is
too uncertain for plans
and futures have a way of falling down
in mid-flight.

After a while you learn
that even sunshine burns
if you get too much
so you plant your own garden
and decorate your own soul
instead of waiting for someone
to bring you flowers.

And you learn that you really can endure
you really are strong
you really do have worth
and you learn
and you learn
with every goodbye, you learn…'




domingo, janeiro 24, 2016

Forte de Copacabana

Num dos muitos passeios por Copacabana resolvi ir ao Forte que, por mais incrível que pareça, eu nunca tinha ido (que eu me lembre).

O Forte de Copacabana foi concebido, ao final do século XIX, para compor o sistema defensivo da cidade do Rio de Janeiro e de seu porto. Sua função principal dentro de tal sistema era impedir a aproximação de navios inimigos que pudessem ameaçar a entrada da Baía de Guanabara.

O início da construção do Forte de Copacabana ocorreu em 1908, durante um momento conjuntural propício para a construção de grandes unidades militares. A chamada “reforma do Exército” começou ainda no final do século XIX, mais precisamente no término do governo de Floriano Peixoto. 

Em 1987, o Forte de Copacabana deixou a sua função bélica, vindo a abrigar o Museu Histórico do Exército. A partir daí, teve início uma história de dedicação à cultura. Hoje, o Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana tem como missão principal preservar, salvaguardar e disseminar a memória histórica do Exército Brasileiro, bem como atuar como espaço cultural, proporcionando cultura e desenvolvimento aos seus visitantes. Assim, os canhões que ontem disparavam artefatos bélicos, hoje se calam para promover o civismo e cultura para a sociedade.
No ano de 2012, passados 16 anos da inauguração do primeiro salão de exposições de longa duração, ocorreu a modernização do Museu. Foram revitalizados os espaços de visitação, com a colocação de painéis ilustrativos na Fortificação e melhoria na sinalização, inserindo o Museu na era digital, com introdução de inovações, visando à segurança e ao conforto dos visitantes.


Nossa Senhora de Copacabana possui uma "igrejinha" dentro do forte











 Cafés e lojas de souveniers estão de frente para o oceano e orla de Copacabana, dando aos visitantes uma vista simplesmente incrível e se você estiver lá ja à tardinha, o por-do-sol é deslumbrante.


 Não bebo café (mais precisamente odeio café), não provei as "especiarias do lugar, então fui de cerveja ;) 



Praça Coronel Eugênio Franco nº 1 - Posto 6 / Copacabana 
Adultos - R$ 6,00
Estudantes das redes pública e privada (com carteira de estudante ou boleto/declaração) - R$ 3,00
Idosos acima de 60 anos - R$ 3,00
Professores (com carteira de professor) - R$ 3,00
Militares das Forças Armadas e dependentes, maiores de 80 anos, grupos agendados e menores de 10 anos - Isento
Não tem estacionamento.