sábado, março 11, 2017

Adeus?


"AMOR DE PARTIDAS"

by Beth Marcos 
'Nada posso contra as infindas partidas
Contemplo a distância que nos separa
E o relógio das esperas intermináveis
O tempo letárgico prossegue
Insensível, invernal e seco
Como sempre, alheio ao desejo
Então fraquejo!
Convivo com teu sim e com teu não
E presa da esperança, suspiro
Meu olhar navega entre os vagões
Quando, então, vislumbro tua silhueta esquia
Te amar é quase um pesadelo!
Então me quedo desolada
Na estação.
Seremos felizes? Talvez sim, talvez não
Deslizo o pensamento nessa quimera
E, de súbito, uma ânsia me invade
Haverá novo regresso? 
Na solidão dos dias, compreendo
Desse amor de partidas
Não restarão senão saudades!'



2 comentários:

Arco-Íris de Frida disse...

Que triste... e que lindo...o amor é tao triste as vezes...

hokis 1981 disse...

Great post!

You have a nice blog!

Would you like to follow each other? Let me know on my blog with a comment! ;oD

Have a great day!

xoxo Jacqueline
www.hokis1981.com